Como tudo começou

Além disso, queria resolver outro “problema” (se é que isso é um problema): meu pai faleceu há cinco anos, e eu queria levar minha mãe para almoçar fora todos os domingos.  Não só para lhe fazer companhia como também para estimular suas papilas gustativas, que com a idade ficam meio “embotadas”. 

Então resolvi levá-la para almoçar em restaurantes diferentes todos os domingos.  E de nacionalidades diferentes também.  Minha sorte é que ela e minha tia (irmã dela) topam todas!   Na família somos curiosos e aventureiros para comer. É claro que eu não chego nem perto do que faz aquele fulano num programa do Travel & Living, de comer larvas de coco, cuyes e o diabo a quatro, mas gosto de variar.   Apesar de adorar um arroz com feijão, ir a um restaurante para comer frango assado e arroz de forno não me motiva muito.   Tendo vivido fora e viajado bastante, gosto de experimentar temperos e combinações diferentes.

E aí pensei em escrever este blog, que não tem nenhuma pretensão a não ser lhe contar onde estive, o que comi, e se gostei ou não gostei.  E se pretendo voltar ou não.  A ideia é também abrir um espaço onde as pessoas possam dar suas opiniões, concordar ou discordar, e assim termos uma ideia do que São Paulo oferece em termos gastronômicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: